Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O objectivo da Zonediet é a Perda de Peso?

Quinta-feira, 11.02.16

Segundo o DR. BARRY SEARS NÃO! 


O Objectivo da Zonediet é o controlo da inflamação silenciosa, por outra palavras deveremos conseguir manter um nível de inflamação celular num determinado intervalo. Se conseguirmos controlar a inflamação sim vamos conseguir perder peso, porque a força motriz para o ganho de peso é a resistência á insulina causada pela inflamação.


Muitas das dietas mais conhecidas dizem que a chave para a perda de peso é alcançar o equilíbrio hormonal adequado e manter o açúcar estável no sangue. O que defende a Zonediet e que seguindo os princípios do 40-30-30 em cada refeição consegue-se garantir que a insulina e as outras hormonas que favorecem a inflamação permanecem na “zona”.

40-30-30_hormonas.jpg

Será que contar as calorias numa dieta é o mais correcto?

 

A Zonediet tem uma abordagem muito diferente do número de calorias necessárias diariamente. O ponto de partida é a quantidade de proteína que necessita para manter a sua massa muscular, que deverá ser de 90 gramas numa mulher e 110 gr num homem. Qualquer coisa menos será uma dieta de proteína deficiente, só falta é dividir esta quantidade de proteína ao longo de um dia. Depois será só adicionar as quantidades de hidratos de carbono necessários para a manutenção dos níveis de açúcar no sangue estáveis. Finalmente se adicionar um pouco de gordura saudável têm uma refeição completa na zona.

Tudo o que necessita para acertar estes valores ao longo do dia é uma mão, um olho e um relógio. Saiba mais sobre as "regras da Zonediet"

mtodo punho.jpg 

O benefício real em seguir a “Zonediet” é que você nunca está cansado ou com fome, porquê? Porque estabilizou os níveis de açúcar no sangue. Isto comprova-se nas directrizes alimentares do Joslin Diabetes Center Research na Harvard Medical School para o tratamento da diabetes, que são em todo semelhantes ao plano alimentar da “ZoneDiet”

 

Dr. Barry Sears

 

Referências:
Ludwig DS, Majzoub JA, Al-Zahrani A, Dallal GE, Blanco I, and Roberts SB. “High glycemic index foods, overeating, and obesity.” Pediatrics 103:E26 (1999)
Agus MS, Swain JF, Larson CL, Eckert EA, and Ludwig DS. “Dietary composition and physiologic adaptations to energy restriction.” Am J Clin Nutr 71:901-907 (2000)
Pereira MA, Swain J, Goldfine AB, Rifai N, and Ludwig DS. “Effects of a low-glycemic load diet on resting energy expenditure and heart disease risk factors during weight loss.” JAMA 292:2482-2490 (2004)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 14:35

Os Benefícios do Ómega 3 na sua dieta

Segunda-feira, 19.10.15

omeg 3.jpg

Nem todas as pessoas têm excesso de peso por comer muitas calorias, gorduras, hidratos de carbono ou fazer pouco exercício fisico, mas sim pelo excesso de insulina responsável pela acumulação de gordura e não permite a perda de peso. O que é certo é que o consumo excessivo de hidratos de carbono de alta carga glicêmica ( como o arroz, massa, cereais ... ) assim como a utilização de oleos vegetais ( como o girassol, soja, milho, ... ) ricos em Ómega 6 produzem um excesso de gordura, chamada de "gordura tóxica". Quando o nível de inflamação alcança certos limites, a gordura tóxica segue pela corrente sanguinea que desencadeia doença crónicas. 

 

Para combater a inflamação silenciosa o Dr. Barry Sears promove uma combinação de dieta anti-inflamatória ( equilibrio entre proteínas de baixa gordura, hidratos de carbono de baixa indice glicémico: Legumes e frutas ) e uma toma de óleo de peixe rico em Ómega 3.

 

O papel do Ómega 3 na perda de peso

 

O Dr. Barry Sears afirma que, a obesidade têm como causa principal a inflamção silenciosa produzida pela má alimentação. Esta inflamação afecta os padrões normais das hormonas que regulam o apetite e a libertação da gordura acumulada, que provoca o aumento sistemático de peso. É precisamente por esta razão que o Dr. Barry Sears defende que a visão simplista de comer menos e fazer mais exercicio não é eficaz para a perda de peso.

 

40-30-30_hormonas.jpg

 

Apetite e saciedade desempenham um papel importante para atingir o peso adequado. O equilibrio entre estes dois factores é determinado, entre outros factores, pela insulina que é essencial que esteja em niveís adequados.

 

Para a perda de peso permanente é necessário equilibrar as hormonas que controlam o armazenamento da gordura, o apetite e a saciedade. É este o objectivo da Zonediet controlar a ingestão de proteinas, de hidratos de carbono e a toma de Ómega 3.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:30

Combater a inflamação silenciosa através da alimentação

Sexta-feira, 16.10.15

Para ter uma vida mais longa e prevenir doenças com o Alzheimer, o cancro e doenças cardiovasculares deve escolher os alimentos com cuidado. Pelo menos é esta a filosofia dos seguidores das dietas anti-inflamatórias, destinadas a reduzir a inflamação crónica no corpo, é o caso da Zonediet criada pelo Dr. Barry Sears.

 

 

O objectivo da dieta anti-inflamatória não é perder peso, mas isso acabará por acontecer. O ojectivo da Zonediet é combater a resposta crónica do sistema imunológico que não consegue parar a inflamação silenciosa. Este processo ocorre em níveis muito baixos pelo que as pessoas não sente dor e não estão cientes que algo está mal. Anos mais tarde os danos podem levar a doenças cardiovasculares, doenças neurológicas, etc. 

273468-genetic.jpg

Em geral, seguir uma dieta anti-inflamatória significa aumentar a ingestão de alimentos com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. A dieta deve incluir legumes, grãos integrais, nozes, óleo de peixe, protéinas e especiarias como o gengibre e açafrão. Dentro das frutas devem-se preferir os morangos, fruta de cor, amoras e romãs.

 

Os alimentos que promovem a inflamação devem ser eliminados, como: gorduras saturadas, gorduras trans, óleo de soja, hidratos de carbono refinados, açucares, carnes vermelhas e produtos lácteos.

 

A American Heart Association recomenda o consumo Óleos de Peixe ricos em Ómega 3 ( cavala, sardinha etc. ) para a prevenção das doenças cardiovasculares. 

 

A dieta mediterrânica e a Zonediet tem vários aspectos que se encaixam as características de uma dieta anti-inflamatória e reduzir doenças crônicas como câncer, diabetes, Alzheimer e doenças cardiovasculares.

 

Veja como fazer algumas Receitas Zonediet

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:30

A Zonediet no Outono

Quarta-feira, 14.10.15

2894247_AZD4G.jpeg

O Outono já chegou, as manhãs e as noites são mais frias, a exposição solar mais curta e as folhas já começaram a cair. Todas esta mudanças também afectam o nosso sistema hormonal, causando tristeza, cansaço, dificuldades em adormecer, etc.

 

Para ultrapassar esta época é importante levar um estilo de vida saudável e uma dieta equilibrada, como uma dieta rica em legumes e fruta que nos dão as vitaminas, isto combinado com as fibras e proteínas de baixa gordura. Ou seja seguir a Zonediet. Nesta época existem em abundância alguns frutos e legumes que podem dar excelente receitas, como por exemplo

 

- Alcachofras: com poucas calorias, ricas em fibras, vitaminas B1 e C; e abudante em minerais como o ferro, magnésio e potássio. É excelente em saladas, em estufados com frango ou servido de acompanhamento para peixe;

 

- Abóbora: Possui alto teor de fibras, aminoácidos e Vitaminas A e B. Podem ser encontradas em diversas cores e formatos e podem ser utilizadas de diversas formas como cozidas, assadas, pelo que são excelentes para trazer aos seus partos uma variedade enorme;

 

- Cogumelos: Fornecem muitas vitaminas ( B, C, K e E ) bem como minerais como o fósforo, potássio e ferro. Pela sua variedade e formas de cozinhar são o seu aliado perfeito para dar um toque especial ao seu pratos;

 

- Caça: não nos podemos esquecer da proteína, entramos na época em temos mais disponivel caça como perdiz ou coelho e veado, proteínas excelentes pelo seu baixo teor de gordura.

 

Defenitivamente a Zonediet permitirá o controlo hormonal essencial para conseguir controlar todas as emoções nesta época do ano.

 

Veja as Receitas Zonediet

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:30

5 pequenos-almoços rápidos para começar o seu dia

Segunda-feira, 12.10.15

Muitos de nós somos criaturas de hábitos quando se trata da nossa rotina de pequeno-almoço, mas por que esperar até o fim de semana para mudar as coisas? Aqui estão 5 pequenos-almoços na Zone para começar bem o dia.

 

1- Aveia com queijo ricotta e mirtilos

blueberry-ricotta-oatmeal1-237x225.jpg

 Misture os flocos de aveia com o queijo ricotta e adicione uma chavena de mirtilos para obter um verdadeiro pequeno-almoço nutritivo.

 

2 - Requeijão com frutas

blueberry-cottage-cheese1-237x225.jpg

O Requeijão é uma grande fonte de proteína e é fácil de manter a mão em casa.

 

3 - Simples pequeno-almoço

breakfast-on-the-fly1-237x225.jpg

Com ingredientes simples, como iogurte, frutas e nozes, esta é uma daquelas receitas que poderá preparar em qualquer lugar a qualquer altura. Nas frutas sugerimos os mirtilos ou outros frutos vermelho por causa do seu conteúdo de polifenóis.

 

4 - Ovos e fruta

apple-egg-237x225.jpg

 

Use o ovo da forma que mais gostar, e complemente com fruta para ter uma refeição na Zone

 

5 - Muesli Enerzona

EZ_Muesli_2014.jpg

 

Delicioso muesli, elaborado com um granulado de soja e avelãs e raspas de chocolate negro. Mais simples e delicioso é impossível. 

Veja mais receitas em Receitas Enerzona

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:30

6 Passos para você ficar na Zona em 24 Horas

Sexta-feira, 09.10.15

1. Comer Sempre uma refeição ou snack EnerZona uma hora após acordar.

breakfast-3.jpg

 

Uma refeição na Zona deve controlar a fome por cerca de 4-6 horas, e um snack EnerZona cerca de 2-2,5 horas.

 

 2. Comece cada refeição e snack com proteína de baixo teor de gordura.

 

plate-protein-carbs1.jpg

Basta dividir o prato em três partes iguais. Adicionar a porção de proteína e preencher os restantes dois terços do prato com frutas de baixa carga glicêmica e legumes e uma pitada de gordura saudável para o coração (por exemplo, azeite).

 

3. Faça refeições pequenas e frequentes durante todo o dia.

small-frequent-meals-3.jpg

Comer a cada 4-6 horas após uma refeição ou 2-2,5 horas depois de um lanche, mesmo que não sinta fome. A melhor hora para comer é quando você não está com fome. 

 

4. Não se esqueça dos seus Ómegas e polifenóis.

 

EZ_Ast_Maqui_DX_2014.jpgEZ Omega 3 RX 210 cps.jpg

5. Beba água.

glass-of-water.jpg

 

Pelo menos 1,5 lt de água por dia.

 

6. Mantenha o empenho

keep-it-up.jpg

Se mantiver o empenho, pode esperar uma melhoraria do seu bem-estar geral, a perda do excesso de gordura corporal e o retardar do processo de envelhecimento. 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:30

As principais diferenças entre o EPA e o DHA

Quarta-feira, 07.10.15

iStock_000011463563Medium.jpg

 

São os dois classificados como ácidos gordos de cadeia longa, no entanto os benefícios de ambos são frequentemente muito diferentes, é por isso que precisamos dos dois. Mas vamos ver em mais detalhe:

 

Beneficios do EPA

 

O objectivo do EPA é ajudar á redução de inflamação celular, isto porque o EPA é um inibidor da enzima delta-5-dessaturase (D5D) que produz AA* (1), quanto maior a toma de EPA menor a produção de AA. O DHA não é inibidor desta enzima.

As várias enzimas ( COX e LOX ) que produzem os eicosanóides pró-inflamatórios podem acomodar tanto o AA como o EPA, o que não acontece com o DHA que devido ao seu maior tamalho espacial, o que faz o DHA num substrato pobre para estas enzimas-chave. Assim sendo, o DHA têm um impacto reduzido sobre a inflamação celular, enquanto o EPA pode ter um impacto poderoso. 

Por último, em virtude de baixos níveis de EPA no cérebro é considerado como pouco importante para a função cerebral. No entanto, este é fundamental para a redução da inflamação neurológica, competindo contra a AA para o acesso ás mesmas enzimas necessárias para a produção de eicosanóides inflamatórios. No entanto, uma vez o EPA chega ao cérebro é rapidamente oxidado, o que não acontece com o DHA. A única maneira de controlar a inflamação celular no cérebro é manter altos níveis de EPA no sangue. É por este motivo que todos os estudos sobre a depressão, traumatismos cerebrais demonstraram que o EPA é superior ao DHA

 

Beneficios do DHA

 

Segundo o Dr. Barry Sears, o principal benefício do DHA encontra-se nas suas características espaciais únicas. Como mencionado anteriormente, as ligações duplas adicionais e comprimento de DHA em comparação com EPA significa que ele ocupa muito mais espaço na membrana. Embora este aumento do volume espacial faça do DHA um substrato pobre para fosfolipase A2, bem como as enzimas COX e LOX, ele faz um grande trabalho em membranas mais fluídas (especialmente aquelas no cérebro). Este aumento na fluidez da membrana é crítica para vesículas sinápticas e da retina do olho, porque permite que receptores para rodar de forma mais eficaz, aumentando assim a transmissão de sinais a partir da superfície da membrana para o interior das células nervosas. É por isso que o DHA é um componente crítico destas partes dos nervos (7). Por outro lado, a membrana de mielina é essencialmente um isolador de modo a que relativamente pouco DHA é encontrado em que parte da membrana.

 

Resumo

 

EPA e DHA podem fazer funções diferentes, então precisamos de ambos. Se seu objetivo é reduzir a inflamação celular, então você provavelmente precisará mais de EPA do que  DHA. Quanto mais? Provavelmente o dobro dos níveis.

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!


Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

 

Referências

  1. Sears B. “The Zone.” Regan Books. New York, NY (1995)
  2. Chen CT, Liu Z, Ouellet M, Calon F, and Bazinet RP. “Rapid beta-oxidation of eicosapentaenoic acid in mouse brain: an in situ study.” Prostaglandins Leukot Essent Fatty Acids 80:157-163 (2009)
  3. Chen CT, Liu Z, and Bazinet RP. “Rapid de-esterification and loss of eicosapentaenoic acid from rat brain phospholipids: an intracerebroventricular study. J Neurochem 116:363-373 (2011)
  4. Umhau JC, Zhou W, Carson RE, Rapoport SI, Polozova A, Demar J, Hussein N, Bhattacharjee AK, Ma K, Esposito G, Majchrzak S, Herscovitch P, Eckelman WC, Kurdziel KA, and Salem N. “Imaging incorporation of circulating docosahexaenoic acid into the human brain using positron emission tomography.” J Lipid Res 50:1259-1268 (2009)
  5. Martins JG. “EPA but not DHA appears to be responsible for the efficacy of omega-3 long chain polyunsaturated fatty acid supplementation in depression: evidence from a meta-analysis of randomized controlled trials.” J Am Coll Nutr 28:525-542 (2009)
  6. Sato M, Adan Y, Shibata K, Shoji Y, Sato H, and Imaizumi K. “Cloning of rat delta 6-desaturase and its regulation by dietary eicosapentaenoic or docosahexaenoic acid.” World Rev Nutr Diet 88:196-199 (2001)
  7. Stillwell W and Wassall SR. “Docosahexaenoic acid: membrane properties of a unique fatty acid. Chem Phys Lipids 126:1-27 (2003)
  8. Chapkin RS, McMurray DN, Davidson LA, Patil BS, Fan YY, and Lupton JR. “Bioactive dietary long-chain fatty acids: emerging mechanisms of action.” Br J Nutr 100:1152-1157 (2008)
  9. Li Q, Wang M, Tan L, Wang C, Ma J, Li N, Li Y, Xu G, and Li J. “Docosahexaenoic acid changes lipid composition and interleukin-2 receptor signaling in membrane rafts.” J Lipid Res 46:1904-1913 (2005)
  10. Mori TA, Burke V, Puddey IB, Watts GF, O’Neal DN, Best JD, and Beilin LJ. “Purified eicosapentaenoic and docosahexaenoic acids have differential effects on serum lipids and lipoproteins, LDL particle size, glucose, and insulin in mildly hyperlipidemic men.” Am J Clin Nutr 71:1085-1094 (2000)
  11. Li H, Ruan XZ, Powis SH, Fernando R, Mon WY, Wheeler DC, Moorhead JF, and Varghese Z. “EPA and DHA reduce LPS-induced inflammation responses in HK-2 cells: evidence for a PPAR-gamma-dependent mechanism.” Kidney Int 67:867-874 (2005)
  12. Serhan CN, Hong S, Gronert K, Colgan SP, Devchand PR, Mirick G, and Moussignac RL. “Resolvins: a family of bioactive products of omega-3 fatty acid transformation circuits initiated by aspirin treatment that counter proinflammation signals.” J Exp Med 1996:1025-1037

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:32

A inflamação silenciosa da vida moderna

Segunda-feira, 05.10.15

pizza.png

Veja o articulo sobre a inflamação silenciosa da vida moderna, que saiu na revista ZEN de Junho de 2015. O artigo fala sobre estarmos expostos a uma imensidão de agentes que agridem o nosso organismo, os nossos tecidos, as nossas células. Estes agentes provêm do stress oxidativo ao nível das células, que não é compensado com os antioxidantes, naturalmente presentes no organismo ou da alimentação. O stress oxidativo induz lesões, sobretudo ao nível dos
tecidos cerebral e cardiovascular.

Para ler por completo o artigo por favor clique em Obesidade.pdf

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:36

Maqui, o super antioxidante

Sexta-feira, 11.09.15

Imagem1.png

Dos 4.000 polifenóis estudados até agora, há um tipo de polifenois comuns á maioria dos alimentos: as delfinidinas. De acordo com a ORAC (Índice ORAC) a baga do Maqui é aquele que contém mais delfinidinas, bem acima da uva, açaí ou goji. Estamos certos de que Maqui RX cápsula contém os mesmos níveis de polifenóis delfinidinas 100 garrafas de vinho tinto, 10 comprimidos de chocolate preto ou 5 kg de bagas.


Maqui RX Polifenoli da Enerzona contém extracto de maqui rico em polifenóis, vitamina E e B5. Algumas das suas propriedades benéficas são aumentar o desempenho atlético, reduzir a fadiga e promover a drenagem com um efeito de desintoxicação sobre os processos digestivos. Também reduz os processos inflamatórios e de envelhecimento do corpo em geral e em sinergia com Omega 3 activa o metabolismo e acelera a perda de peso. É ainda recomendado para diabéticos.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:00

Enerzona Omega 3 Rx - Reconhecido pelo Dr. Barry Sears

Quarta-feira, 09.09.15

EZ Omega 3 RX 210 cps.jpg

 

Das pesquisas Enervit nasce Enerzona Omega 3 Rx, óleo de peixe com caracteristicas exclusivas. É, de facto, um óleo de peixe com 75% de total de Ómega 3 e pelo menos 60% de EPA e DHA. De acordo com a relação de 2:1 atinge um grau muito elevado de qualidade. As suas principais caracteristicas são:

 

- É Concentrado: contém mais do que 60% de EPA e DHA e 75% de ácidos gordos Ómega 3, contêm ácidos gordos de cadeia longa EPA e DHA numa proporção de 2:1;

 

- É estável e protegido: o óleo de peixe é um produto delicado e perecível. A tecnologia usada para preparar Ómega 3 Rx permite a obtenção de um produto estável ao longo do tempo. Desta forma, todas as caracteristicas naturais positivas mantêm-se inalteradas ao longo do tempo;

 

- É puro e certificado pelo IFOS: A confirmação do elevado estatuto e qualidade do produto e conferido pela certificação IFOS ( International Fish Oil Standard );

 

- Exclusiva cápsula sem retorno de sabor: A utilização exclusivo de uma cápsula Entericare permite uma maior protecção do óleo de peixe no estômago, evitando o incoveniente e desagradável retorno de sabor;

 

- Fornecido em embalagem metálica: que permite proteger o produto das variações de temperatura do exterior.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:00





mais sobre nós

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829