Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Benefícios do Ómega 3 na sua dieta

Segunda-feira, 19.10.15

omeg 3.jpg

Nem todas as pessoas têm excesso de peso por comer muitas calorias, gorduras, hidratos de carbono ou fazer pouco exercício fisico, mas sim pelo excesso de insulina responsável pela acumulação de gordura e não permite a perda de peso. O que é certo é que o consumo excessivo de hidratos de carbono de alta carga glicêmica ( como o arroz, massa, cereais ... ) assim como a utilização de oleos vegetais ( como o girassol, soja, milho, ... ) ricos em Ómega 6 produzem um excesso de gordura, chamada de "gordura tóxica". Quando o nível de inflamação alcança certos limites, a gordura tóxica segue pela corrente sanguinea que desencadeia doença crónicas. 

 

Para combater a inflamação silenciosa o Dr. Barry Sears promove uma combinação de dieta anti-inflamatória ( equilibrio entre proteínas de baixa gordura, hidratos de carbono de baixa indice glicémico: Legumes e frutas ) e uma toma de óleo de peixe rico em Ómega 3.

 

O papel do Ómega 3 na perda de peso

 

O Dr. Barry Sears afirma que, a obesidade têm como causa principal a inflamção silenciosa produzida pela má alimentação. Esta inflamação afecta os padrões normais das hormonas que regulam o apetite e a libertação da gordura acumulada, que provoca o aumento sistemático de peso. É precisamente por esta razão que o Dr. Barry Sears defende que a visão simplista de comer menos e fazer mais exercicio não é eficaz para a perda de peso.

 

40-30-30_hormonas.jpg

 

Apetite e saciedade desempenham um papel importante para atingir o peso adequado. O equilibrio entre estes dois factores é determinado, entre outros factores, pela insulina que é essencial que esteja em niveís adequados.

 

Para a perda de peso permanente é necessário equilibrar as hormonas que controlam o armazenamento da gordura, o apetite e a saciedade. É este o objectivo da Zonediet controlar a ingestão de proteinas, de hidratos de carbono e a toma de Ómega 3.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 10:30

Os Petiscos de Verão podem entrar na zonediet?

Segunda-feira, 27.07.15

Com os dias mais compridos, o calor e as festas populares começa também a vontade de ir à praia, aproveitar o final de tarde e os fim-de-semana para relaxar, beber um refresco, ir a uma esplanada e fazer churrascos e petiscos com a família e amigos. Cumprir a Zonediet não deve ser motivo para deixar de socializar e evitar estas situações festivas e de alegria, mas sim aprender e escolher quais os petiscos que deve privilegiar. Seguem os dois tipos de Petiscos mais requisitados na mesa dos Portugueses:


Caracóis

Caracóis.jpg

 
O caracol é um molusco, semelhante à amêijoa e ao berbigão, mas menos calórico (cerca de 100 Kcal por 100 gramas).  A água é o principal constituinte do caracol. É, ainda, um alimento rico em proteínas e pobre em gorduras. Contém sais minerais, como magnésio, ferro, zinco e cobre.


Tremoços

tremo.jpg

 
São leguminosas e têm 3 vezes mais proteína do que o leite. Além disso têm imensa fibra e por isso são uma boa fonte de hidratos de carbono favoráveis. Atenção ao seu teor em sal, devem ser passados por várias águas.  

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Qualidade do sono afeta a sua saúde

Sexta-feira, 03.07.15

preguica-despertador-sono-ao-acordar-1340387554025

 

De manhã e à noite sabemos que temos de acordar e de adormecer. Faz parte da nossa rotina mas é importante saber que dormir é uma das funções fisiológicas mais essenciais na qualidade da nossa saúde.  Dormir é tão vital como comer, se não dormirmos podemos colocar em causa a nossa sobrevivência.

Se lhe pedissem para listar algumas das consequências da privação de sono, poderíamos pensar na diminuição da produtividade, irritabilidade, sonolência durante a condução mas uma doença crónica? Muitos de nós estão familiarizados com o facto da falta de sono poder influenciar as nossas rotinas diárias, mas quando se trata de nossa saúde em geral é diferente. A privação de sono aumenta o nosso risco de hipertensão, diabetes, obesidade, depressão, ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (1). Com um terço da população dos EUA obesa, os investigadores estão continuamente a investigar o que impulsiona a nossa ingestão de alimentos e formas de evitar o consumo excessivo. A privação de sono está a emergir como um contribuinte para o aumento do consumo, e um estudo recente no Jornal de Psicologia da Saúde propôs a investigar os mecanismos que estão na base desta relação (2). Segue-se quatro mecanismos associados à maior ingestão de alimentos.
Homeostase: A vontade de comer aumenta após a privação do sono para compensar as horas adicionais que o corpo esteve acordado. Isso pode equivaler a um aumento de 20% em calorias.
Cognição: Com a falta de sono há uma diminuição da função cognitiva (por exemplo, controle executivo, comportamentos orientados a objetivos, impulsos e emoções). Este tem sido associado ao aumento da ingestão de alimentos ricos em gordura e consumo limitado de frutas e legumes.
Emoção: O stress emocional e a negatividade são mais proeminentes com a falta de sono e levam os indivíduos a consumir alimentos que são mais agradáveis e gratificantes ao cérebro (alimentos ricos em hidratos de carbono e com elevado teor de gordura)
Comportamentais: Indivíduos demonstram ser mais impulsivos com falta de sono. Isso traduz-se em não ser capaz de conter os pensamentos e comportamentos em torno da comida.
É interessante recordar e reforçar que um adulto deveria dormir diariamente entre 7a 9h, de forma a poder recuperar da actividade diária. Estas horas correspondem a 1/3 da sua vida, dedicadas a uma única função: estar ativo e em equilíbrio os outros 2/3. Infelizmente, a maioria dos adultos dorme menos de 6 horas por noite, o que a longo prazo pode causar danos nas nossas cinturas e na saúde em geral.
Na sequência de um plano de alimentação anti-inflamatório como a dieta da zona irá ajudar a equilibrar o seu sono, optimizando a sua saúde!


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Excesso de peso da mãe compromete o sistema imunitário dos seus bebés a longo prazo

Segunda-feira, 01.06.15

gravida.jpg

A obesidade materna tem sido associada a um risco aumentado de desenvolver diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e parto prematuro. Vários estudos também demonstraram que os próprios bebés correm mais riscos de ter defeitos congénitos, diabetes tipo 2, asma ou problemas cardíacos.De acordo com um estudo publicado no jornal “Pediatric Allergy and Immunology” o excesso de peso da mãe afeta o sistema imunitário do recém-nascido. No estudo o excesso de peso foi associado a um IMC entre 25 a 29,9 e a obesidade a um IMC superior a 30. A equipa recolheu amostras dos cordões umbilicais para poder avaliar o sistema imunitário dos bebés. Os dados revelaram que determinadas células imunitárias – as dendríticas e os monócitos - apresentaram resposta diminuída a antígenos bacteriológicos nos bebés nascidos de mulheres com excesso de peso. Os níveis de eosinófilos (células envolvidas na resposta a alergias e no desenvolvimento da asma) também se apresentaram diminuídos e o número de linfócitos T auxiliares (principais células que participam do sistema imunitário) era mais reduzido.Todos estes fatores fazem com que o sistema imunitário destes bebés possa ficar comprometido para toda a vida, tornando-os mais suscetíveis de contrair doenças.
Esta é mais uma investigação que comprova que a obesidade afeta a saúde da mãe e do bebé de variadas maneiras. Por isso, este estudo alerta uma vez mais as mamãs da necessidade de optarem por uma alimentação saudável e equilibrada atingindo um peso saudável no momento de engravidar. Como tal nada como a zonediet para ajudar. Comece já hoje a sua dieta não apenas por si, mas também pela saúde futura dos seus bebés.
.

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Casais que adoptam hábitos saudáveis em conjunto são os mais bem-sucedidos

Segunda-feira, 26.01.15

Casais-2.jpg 

Homens e mulheres que querem manter-se activos e perder peso têm maior probabilidade de serem bem-sucedidos, se o seu par também adoptar os mesmos hábitos saudáveis Quem quer adoptar um estilo de vida mais saudável deve fazê-lo com a ajuda da sua companheira ou companheiro, pois a probabilidade de ser bem-sucedido é maior. Esta é a conclusão de um estudo publicado no Archives of Internal Medicine, que comprovou que as pessoas têm mais êxito na adoptação de hábitos saudáveis, se contarem com o apoio do seu par. Segundo os investigadores da Universidade College London (UCL), no Reino Unido, aqueles que decidem praticar mais exercício físico conseguem-no com mais facilidade se tiverem a ajuda da companheira.
No estudo, os investigadores concluíram que dois terços dos homens e mulheres exercitavam-se mais quando o parceiro também fazia exercício físico, contra um quarto das pessoas que estavam casadas com sedentários. Já na avaliação sobre perda de peso, 26% dos homens perderam mais de 5% do seu peso quando fizeram dieta com as suas mulheres, contra 10% daqueles que tentaram emagrecer sozinhos. Entre as mulheres, 36% perderam peso quando acompanhadas pelos seus maridos, contra 15% daquelas que fizeram dieta sozinhas. A pesquisa analisou 3.722 casais, casados ou que viviam juntos há mais de 50 anos, que participaram no Estudo Inglês Longitudinal sobre o Envelhecimento (ELSA).
Fazer mudanças no nosso estilo de vida pode ter um grande impacto na nossa saúde, e este estudo, mostra que quando os casais fazem essas alterações, juntos, têm mais probabilidade de ter sucesso. Por isso não entre na zona sozinho e leve o seu companheiro consigo!


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece! 
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

FELIZ ANO NOVO!

Segunda-feira, 05.01.15

2015.jpg

 

O ano novo chegou e com ele as novas promessas. Todos os  inicios de ano é assim. Planeamos, projetamos, arquitetamos, desejamos para o inicio do próximo ano praticamente as mesmas coisas.
Todos os anos especialistas em saúde de diversas áreas como a nutrição, diabetes, saúde cardiovascular, gestão de peso, avaliam várias dietas populares e, se cumprirem fielmente determinados requisitos tais como ser relativamente fácil de seguir, completa e nutritiva, segura e eficaz contra a perda de peso, mas também combater certas doenças como a diabetes e as doenças cardíacas fazem parte do ranking das melhores dietas.
A Dieta da Zona, por cumprir perfeitamente todas as diretrizes exigidas, encontra-se entre as melhores dietas. É fácil de seguir, conduz à perda de peso, melhora a figura e silhueta de forma imediata, preocupa-se pela saúde combatendo e prevenindo as doenças crónicas.
Comece 2015 com uma alimentação saudável e livre-se dos excessos cometidos nas festas de fim de ano. Não deixe para amanhã o que pode começar já hoje! Mais do que uma dieta a dieta da Zona é um estilo de vida a seguir, onde aprenderá hábitos alimentares para toda a vida.


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Dia Mundial da Diabetes - EQUILIBRE-SE com a ZONEDIET

Segunda-feira, 17.11.14

diabetes.jpg 

Celebrou-se na passada 6ªf (14 de Novembro) o Dia Mundial da Diabetes. A comemoração deste dia iniciou-se em 1991 por iniciativa da Federação Internacional da Diabetes (IDF) e da Organização Mundial da Saúde. A diabetes caracteriza-se pela incapacidade de controlar a concentração de açúcar no sangue que se deve em alguns casos, à insuficiente produção de insulina pelo organismo, noutros casos à insuficiente ação da insulina e frequentemente, à combinação destes dois factores. É importante enfatizar que cerca de 70% dos casos de diabetes tipo 2 podem ser prevenidos ou retardados através da adoção de estilos de vida saudáveis, caracterizados pela prática regular de atividade física e uma alimentação equilibrada. Posto isto, é neste tipo de Diabetes que nos vamos debruçar.

Tudo começa quando comemos mais do que precisamos e o organismo produz reservas de gordura a partir do excesso de energia ingerida. Como consequência o fígado fica sobrecarregado e rodeado de gordura e o pâncreas produz grandes quantidades de insulina para baixar o açúcar no sangue. Ao longo do tempo a pessoa vai engordando, o fígado vai ficando mais sobrecarregado e o pâncreas vai ficando mais cansado, não produzindo as mesmas quantidades de insulina. Simultaneamente as células dos vasos sanguíneos vão-se tornando resistentes à acção da insulina (o que obriga o pâncreas a produzir ainda mais insulina - hiperinsulinismo), numa tentativa de não deixarem o açúcar entrar nas células e controlar a produção da gordura. 
O segredo para controlar os níveis de açúcar no sangue é comer de forma saudável, manter o peso ideal e fazer exercício físico regular. A juntar a estas medidas essenciais, pode ser necessário tomar medicamentos (comprimidos e/ou insulina).
Sendo assim comece já hoje a atingir a sua zona de equilíbrio hormonal com a Zonediet.
Ao controlar o seu peso, fazendo uma alimentação saudável e mantendo-se ativo é muito provável que reverta totalmente o estado pré-diabético ou que controle a diabetes, reduzindo a necessidade de medicação.


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Dieta com excesso de gordura durante a gravidez e a amamentação afecta o cérebro da criança

Sexta-feira, 14.11.14

gravidez.jpg

Tal como já referido em outros estudos (1) (2) a gestão do peso e o equilíbrio dos alimentos ingeridos têm um impacto fulcral na saúde futura da mamã e dos seus filhos. Um recente estudo sugere que a dieta materna com elevado teor de gordura durante a gravidez e durante a amamentação pode ter efeitos prejudiciais, significativos e duradouros sobre a função cerebral, comportamento e cognição das crianças. Os resultados revelaram que crianças nascidas de mães cuja dieta apresenta um excesso de gordura caracterizam-se por forte preferência por alimentos ricos em gordura; mais peso ; Intolerância à glicose e menor sensibilidade aos supressores do apetite que altera o mecanismo de saciedade. 

Este estudo alerta as mamãs da necessidade de optarem por uma alimentação saudável e equilibrada atingindo um peso saudável no momento de engravidar. Como tal nada como a zonediet para ajudar. Comece já hoje a sua dieta não apenas por si, mas também pela saúde futura dos seus bebés.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Prevenir o envelhecimento do fígado com a Zonediet

Sexta-feira, 24.10.14

imagem 26_12_13.JPG

Apesar de há já algum tempo se suspeitar que a obesidade acelera o envelhecimento, tem sido impossível provar esta teoria. Agora, o estudo publicado no “Proceedings of the National Academy of Sciences” os investigadores  utilizaram o chamado “relógio de envelhecimento” que é capaz de identificar a idade biológica de qualquer célula, tecido ou órgão humano através da monitorização do processo de metilação do ADN,  explicando por que motivo os indivíduos obesos sofrem precocemente de doenças associadas à idade, como a diabetes e o cancro do fígado.Através desta ferramenta, os investigadores constataram que o fígado dos indivíduos obesos tendia a ter uma idade biológica maior do que a esperada. O estudo apurou que a idade biológica do fígado aumentou 3,3 anos por cada 10 unidades adicionais de IMC.
Exemplo: uma mulher que meça 1,65 metros e pese 63,5 Kg tem um IMC de cerca de 23,3 Kg/m2. Uma mulher com mesma altura, mas que pese 90Kg tem um IMC de 33,3 Kg/m2, o que significa que o seu fígado tem mais três anos do que o da outra mulher.
Estes resultados apoiam a hipótese de que a obesidade está associada aos efeitos do envelhecimento acelerado e chama mais uma vez a atenção para a importância de manter um peso saudável. A ZoneDiet ou Dieta da Zona é um método que possibilita que atinja e se mantenha na “zona” de saúde óptima. Muito conhecido pelos seus efeitos benéficos no controlo do peso.Está nas suas mãos a possibilidade de melhorar a sua saúde prevenindo o envelhecimento precoce.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Aumente a fertilidade com a Zonediet

Segunda-feira, 20.10.14

ovario.jpg

O Síndrome dos ovários policísticos (SOP) está associado a inúmeras alterações metabólicas e a várias alterações nutricionais.De acordo com o estudo de revisão publicado no Archives of Gynecology e Obstetrics além da ligação bem reconhecida entre SOP e IR, a literatura recente sublinha que na SOP, há um desequilíbrio na produção adipocinas ou adipocitocinas (adiponectina, leptina, visfatina) e de ácidos gordos polinsaturados omega6 /omega3.

Dado o efeito prejudicial do excesso de peso sobre essas alterações metabólicas, uma mudança no estilo de vida deve ser a pedra angular no tratamento de doentes com SOP. A dietoterapia ideal para o tratamento da SOP deve atingir metas metabólicas específicas, como a melhoria da IR, a secreção de adipocinas e a função reprodutiva. Esses objectivos devem ser alcançados através da adesão ao programa alimentar destinado a obter o peso corporal ideal; limitar o consumo de açúcar e hidratos de carbono refinados, com baixo índice glicémico; optar por pequenas e frequentes refeições; aumentar o consumo de peixe (4vezes/semana) ou tomar suplementos ómega 3 e por fim tomar vitamina D e suplementação de crómio, se houver níveis séricos baixos.

Conclui-se assim que a Intervenção no estilo de vida continua a ser a estratégia de tratamento ideal para as mulheres com SOP. A pequena perda de peso (5%) pode melhorar a IR, o hiperandrogenismo, a função menstrual e a fertilidade. A “dieta da zona” provém do facto de com as alterações sugeridas se darem no organismo mudanças hormonais que permitem que o corpo esteja “na zona” ideal de equilíbrio hormonal que necessita. Mais do que um método que altera a alimentação, a ZoneDiet pretende conseguir alterações de estilo de vida que vão melhorar a sua fertilidade.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!

Conheça os nossos produtos e as nossas consultas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00





mais sobre nós

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829