Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


MELÃO – UTIL NO CAMINHO DA ZONA!

Sexta-feira, 10.07.15

melão-fruta.jpg

Controlar a fome é um dos nossos grandes desafios e o melão pode ser um grande aliado. Rico em pectina(fibra solúvel) aumenta rapidamente a sensação de saciedade.  O melão está na lista dos alimentos funcionais - ou seja, contém substâncias que, além de nutrir, reduzem a retenção de líquidos, melhoram o funcionamento do intestino e reforçam o sistema imunológico.

O melão é composto por 80% de água e tem 30 kcal por cada fatia média (100 gramas) e é rico em potássio (213mg/100 gramas da fruta) que ajuda no controlo da pressão arterial;  vitaminas antioxidantes (A, E e C) que  atrasam o envelhecimento precoce e Ferro (util em casos de anemia). Para além das refeições intermédias ou como sobremesa pode ainda incluir alguns pedaços na salada: dada a sua textura macia e sabor levemente adocicado, o melão combina com as folhas verdes, especialmente a rúcula e o agrião.


Saiba comprar:
• Compre sempre o melão inteiro. Depois de fatiado, a fruta perde nutrientes, especialmente vitamina C.
• Dê preferência ao melão de casca firme, cor viva e sem cortes, partes moles, áreas escurecidas ou furos. Para saber se ela está no ponto a casca deve ceder a uma leve pressão dos dedos.
• Se o melão ainda estiver verde, guarde o fechado num lugar fresco e arejado. Mas, assim que amadurecer, coloque-o no frigorífico. Depois de abri-lo, tape com oelicula aderente e consuma-o em três dias, no máximo.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Perda de Peso reduz a severidade da asma em adultos obesos

Sexta-feira, 19.06.15

 

asma.jpg

A asma é uma doença cuja prevalência tem aumentado muitíssimo nas últimas décadas nos países industrializados. A investigação científica está a estabelecer, cada vez com mais clareza, uma relação evidente entre a alimentação e o aparecimento ou gravidade da asma. Um recente estudo revelou que a perda de peso de adultos obesos reduz a severidade da asma. A incidência da asma é 1,47 vezes mais elevada em adultos obesos do que nos normoponderais. Um aumento de 3unidades no índice de massa corporal é associado a um aumento de 35% no risco de asma. O estudo recomenda e apoia o tratamento activo da obesidade como uma estratégia para normalizar ou inverter a asma em adultos obesos melhorando os seus sintomas e a qualidade de vida dos indivíduos.


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Entre na Zona e Baixe os níveis de poluentes no corpo

Segunda-feira, 30.03.15

poluentes.jpg

Uma equipa de investigadores Espanhóis confirmou que há uma relação entre os níveis de determinados poluentes ambientais acumulados no corpo e o nível de obesidade. E ainda, que níveis mais elevados de poluentes associam-se a níveis mais altos de colesterol e de triglicéridos - factores de risco de doença cardiovascular.Independentemente do género, da idade, do lugar de residência ou dos hábitos tabágicos dos participantes em avaliação.
Este estudo analisou os níveis de poluentes acumulados no tecido adiposo numa amostra de 300 indivíduos (homens e mulheres). O pensamento comum resume a obesidade a uma ingestão calórica elevada em comparação com o gasto de energia. No entanto, os investigadores acreditam que os resultados não são apenas a consequência de uma ingestão calórica elevada. Está provado que a exposição humana a determinadas substâncias químicas chamadas “obesogenic” pode favorecer o crescimento e a proliferação dos adipócitos (células de gordura), e provoca conseqüentemente um aumento de gordura corporal. Para além disso, o estudo sugere que determinados poluentes ambientais podem igualmente provocar alterações no colesterol e nos níveis dos triglicéridos.

Utilze a Zonediet e livre-se destes poluentes reduzindo o seu peso!

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Controle o seu peso e o seu colesterol com a Zonediet

Segunda-feira, 09.03.15

Protein-Rich-Diet.jpg

De acordo com um recente estudo a ingestão de proteína acima da RDA ((Recommended Dietary Allowances=0,8g/kg de peso corporal/dia) atenua o risco cardiovascular em adultos com excesso de peso. Este estudo analisou a ingestão de proteína habitual [g / kg de peso corporal] estratificado por status de peso e avaliou as suas associações com o risco cardiovascular, usando dados do NHANES, 2001-2010 (n = 23.876 adultos ≥19 anos de idade). A Ingestão habitual de proteína variou entre os 0,69 ± 0,004 a 1,51 ± 0,009 g / kg de peso corporal. Verificando-se uma relação inversa entre a Ingestão de proteína  com o IMC (-0,47 kg / m2  a -4,54 kg / m 2 por g / kg de peso corporal e com o perímetro da cintura (-0,53 cm  a -2,45 cm por g / kg de peso corporal. Por oposição à associação positiva entre a ingestão de proteínas e os níveis de colesterol HDL (0,01 mmol / L a 0,14 mmol / L por g / kg de peso corporal, P <0,00125).Os investigadores concluíram assim que dietas ricas em proteínas (acima da RDA) estão associadas a um menor IMC e perímetro  da cintura bem como  níveis mais elevados de  bom colesterol (colesterol HDL). Assim, mais uma vez se verifica a eficácia da dieta zona no processo de emagrecimento e ainda melhorias significativas no perfil lipídico contribuindo para a redução do risco cardiovascular


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Casais que adoptam hábitos saudáveis em conjunto são os mais bem-sucedidos

Segunda-feira, 26.01.15

Casais-2.jpg 

Homens e mulheres que querem manter-se activos e perder peso têm maior probabilidade de serem bem-sucedidos, se o seu par também adoptar os mesmos hábitos saudáveis Quem quer adoptar um estilo de vida mais saudável deve fazê-lo com a ajuda da sua companheira ou companheiro, pois a probabilidade de ser bem-sucedido é maior. Esta é a conclusão de um estudo publicado no Archives of Internal Medicine, que comprovou que as pessoas têm mais êxito na adoptação de hábitos saudáveis, se contarem com o apoio do seu par. Segundo os investigadores da Universidade College London (UCL), no Reino Unido, aqueles que decidem praticar mais exercício físico conseguem-no com mais facilidade se tiverem a ajuda da companheira.
No estudo, os investigadores concluíram que dois terços dos homens e mulheres exercitavam-se mais quando o parceiro também fazia exercício físico, contra um quarto das pessoas que estavam casadas com sedentários. Já na avaliação sobre perda de peso, 26% dos homens perderam mais de 5% do seu peso quando fizeram dieta com as suas mulheres, contra 10% daqueles que tentaram emagrecer sozinhos. Entre as mulheres, 36% perderam peso quando acompanhadas pelos seus maridos, contra 15% daquelas que fizeram dieta sozinhas. A pesquisa analisou 3.722 casais, casados ou que viviam juntos há mais de 50 anos, que participaram no Estudo Inglês Longitudinal sobre o Envelhecimento (ELSA).
Fazer mudanças no nosso estilo de vida pode ter um grande impacto na nossa saúde, e este estudo, mostra que quando os casais fazem essas alterações, juntos, têm mais probabilidade de ter sucesso. Por isso não entre na zona sozinho e leve o seu companheiro consigo!


Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece! 
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

A importância da insulina na perda de peso

Segunda-feira, 10.11.14

insulina.jpg

Habitualmente pensa-se que a insulina é um tema que só aos diabéticos diz respeito mas a verdade não é bem assim. Entender como funciona é o primeiro passo para perder peso. A insulina é uma hormona produzida pelo pâncreas e a sua função é transportar o açúcar ou glicose às células para que o nosso corpo tenha a energia necessária. Todos os hidratos de carbono durante a digestão transformam-se em glicose na corrente sanguínea. O problema surge quando os níveis de açúcar aumentam exponencialmente no sangue. Como resposta o pâncreas vê-se obrigado a segregar mais insulina. Quando os níveis de insulina são demasiado altos a glicose é retirada em excesso do sangue o que origina sensação de fadiga, falta de energia, irritabilidade e a tendência de voltar a comer para compensar a descida do açúcar no sangue. Inicia-se assim um ciclo vicioso que conduz ao tão indesejado aumento de peso.

Devemos ser conscientes de que os níveis de açúcar no sangue constantes e estáveis dependem dos alimentos que ingerimos. Uma dieta que reduz a produção de insulina é a chave para o emagrecimento, dito de outra maneira, quanto menos insulina produza o seu corpo mais rápido vai perder peso. Alcançar os níveis de insulina no sangue estáveis é o grande propósito da dieta da Zona.
O controlo da insulina é o primeiro passo a seguir para o sucesso da dieta da Zona e isso só pode ser alcançado com a redução dos hidratos de carbono desfavoráveis e ingerindo a quantidade de proteína em cada refeição que o corpo necessita.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Pequeno-almoço rico em proteínas ajuda a equilibrar o mecanismo de saciedade

Segunda-feira, 27.10.14

peq.jpg

De acordo com Centro para Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), muitos adolescentes saltam o pequeno-almoço, o que aumenta a probabilidade de comer demais e um eventual ganho de peso. Segundo um estudo recente tomar o pequeno-almoço rico em proteínas aumenta os níveis de uma substância química do cérebro (dopamina) associada a sentimentos de recompensa que pode reduzir os desejos por comida e comer em excesso ao final do dia. Compreender a química do cérebro e o seu papel nos desejos de comida pode levar a melhorias na prevenção e tratamento da obesidade.

Nos indivíduos com excesso de peso os níveis de dopamina estão reduzidos, o que significa que é preciso muito mais estímulo – muitos mais alimentos - para provocar sentimentos de recompensa.

Assim podemos contribuir para o equilibrio da dopamina usando como solução os ovos ao pequeno-almoço, dobrando a dose de iogurte ou recorrendo às proteínas em pó da Enerzona  para enriquecer batidos.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!

Conheça os nossos produtos e as nossas consultas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Reduza em 50% o risco de Diabetes Gestacional com a ZoneDiet

Segunda-feira, 06.10.14

De acordo com o estudo feito nos Estados Unidos e publicado no periódico BMJ aproximadamente 50% dos casos de diabetes gestacional pode ser evitada com a adoção de um estilo de vida saudável antes e durante a gravidez, incluindo uma boa alimentação, prática de exercício físico e, no caso das fumadoras, o fim do tabagismo
O diabetes gestacional surge entre 1-3% das grávidas e é mais comum em mulheres obesas. A maioria das gestantes com a doença desenvolve o problema por não conseguir produzir insulina suficiente para regular sua taxa de glicose. Entre as possíveis complicações subsequentes estão problemas respiratórios no bebé e hipertensão na mãe. Após o parto, os sintomas costumam desaparecer, mas muitas mulheres que tiveram a doença acabam por desenvolver diabetes tipo 2 nos anos seguintes.
O fator de risco mais fortemente associado à doença foi obesidade ou sobrepeso antes da gravidez. Mulheres que tinham um índice de massa corporal (IMC) maior do que 33 antes de engravidar apresentaram um risco 4vezes superior de desenvolver diabetes gestacional do que mulheres com IMC normal, isto é, de até 25.
Este estudo traz portanto um incentivo para as mamãs. É importante ter um peso saudável no momento de engravidar. Comece já hoje a sua dieta zona não apenas por si, mas também pela saúde futura dos seus bebés.
 
Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Reduza o apetite por “fast-food”e perca peso com a zonediet

Segunda-feira, 08.09.14

Investigadores da Universidade de Lund, na Suécia, levaram a cabo um estudo, publicado na revista científica “Appetite”, que pretende provar que a ingestão de um extracto de espinafres rico no composto "tilacóide", presente nas membranas das folhas, é capaz de reduzir a fome hedónica, ou seja, o desejo de comer "fast-food", doces ou outros alimentos pouco saudáveis. Para além disso, pode ajudar a emagrecer, quando ingerido a longo prazo, e reforça a produção de hormonas da saciedade no nosso organismo. Principalmente se for ingerido logo pela manhã.

O estudo revelou que ingerir uma bebida com tilacóides antes do pequeno-almoço diminui a vontade de comer doces e faz com que nos sintamos mais satisfeitos ao longo do dia. Ao longo do estudo, o grupo de controlo perdeu cerca de 3,5kg, enquanto o grupo que recebeu os tilacóides perdeu 5kg. Segundo os investigadores, o sucesso deste composto deve-se essencialmente à promoção da sensação de saciedade e ao atraso no processo de digestão. É que um dos grandes problemas dos “alimentos processados" é o facto de tornarem a digestão muito rápida, dificultando o trabalho das hormonas, que não têm tempo de "avisar" o cérebro de que o organismo está satisfeito. Os tilacóides fazem precisamente o oposto, proporcionando às hormonas intestinais o tempo necessário para se libertarem e comunicarem com o cérebro. No entanto comer espinafres por si só não é suficiente para atingir os seus objetivos mas ao seguir a zonediet irá incluir automaticamente, nas suas refeições, os espinafres como alimento favorável e beneficiar dos efeitos saciantes e que auxiliam na perda de peso.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00

Previna o cancro com a zonediet

Segunda-feira, 01.09.14

Embora se saiba há já algum tempo que o excesso de peso aumenta a probabilidade de desenvolver certos tipos de cancro, os níveis de risco nunca tinham sido determinados com tantos detalhes. De acordo com o maior estudo já realizado sobre a ligação entre o índice de massa corporal e o cancro mais de 12.000 novos casos de cancro, por ano, são atribuídos ao excesso de peso ou à obesidade. 

O excesso de peso e a obesidade estão intimamente ligados a 10 tipos de cancro. Cada aumento de 5 pontos no IMC - equivalente a um aumento de peso de cerca de 17,5 kg - foi associado a um risco mais elevado em 62% de desenvolver cancro de útero, em 31% de aumentar o risco de cancro da vesícula biliar e a um aumento de 25% do risco de cancro de rim. Ter um IMC mais elevado foi também associado a maior risco global de cancro de fígado, cólon, ovário e de mama.

Ninguém duvida que o consumo regular de fruta, hortaliças e legumes é benéfico para o nosso corpo, por ser uma fonte natural de vitaminas, sais minerais, fibras, antioxidantes e outras substâncias que ajudam a prevenir diversas patologias entre elas o cancro. Contudo, e devido à vida agitada dos dias de hoje, as pessoas não consomem tantos legumes como seria de desejar. Com vistas a por fim a esta situação, uma boa maneira é recorrer à zonediet onde os legumes e as frutas são os hidratos de carbono favoráveis presentes em todas as refeições.

 

Mantenha-se na zona, a sua saúde agradece!
Conheça os nossos produtos e as nossas consultas online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ZoneDiet às 09:00





mais sobre nós

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829